Sound + Vision review by João Lopes

CF 158Júlio Resende – Assim Falava Jazzatustra (CF 158)
Júlio Resende: sob o signo de Nietzsche
É um disco rasgado pela inspiração perturbante de Nietzsche — na nota de apresentação, Júlio Resende refere-o como um filósofo que “sempre (…) me pôs os cabelos em pé”. O pianista português foi gravando, ao vivo, na Fábrica de Braço de Prata, sessões-concerto a que deu o nome nietzscheano, agora transposto para o álbum, de Assim Falava Jazzatustra. Na lista de convidados surgem o catalão Perico Sambeat (saxofone), o norueguês Ole Morten Vágan (contrabaixo), e os portugueses Joel Silva (bateria), Desidério Lázaro (saxofone) e João Custódio (contrabaixo). São exercícios de estranha intimidade, metódicos e ritualizados, mas nunca alheios a emoções profundas e contrastadas. Num dos temas, Ir e Voltar, encaixa de forma admirável a voz de Manuela Azevedo (Clã). E o piano de Júlio Resende propõe uma revisitação comovente de um tema dos Pink Floyd: Shine On You Crazy Diamond, originalmente publicado no álbum Wish You Were Here (1975).
http://sound–vision.blogspot.com/2009/10/julio-resende-sob-o-signo-de-nietzsche.html

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s