Jazz 6/6 review by Paulo Barbosa

Dual Identity – Dual Identity (CF 172)
Um disco bombástico, um verdadeiro tratado de modernidade no conceito e na performance. Além de inegavelmente inovadora, a extrema complexidade da escrita e o imenso rigor com que é feita a sua leitura deixaram-me simultaneamente rendido e chocado logo numa primeira audição. De forma muito semelhante ao que recentemente se verificou com “Travail, Transformation, & Flow”, pelo octeto de Steve Lehman, toda a música deste álbum parece ser absolutamente relevante, urgente e capaz de, no melhor dos sentidos, perfurar os tímpanos para penetrar profundamente no cérebro (e – para quem a tenha ou nela acredite – na alma) e excitar e desafiar directamente os seus mais profundos recantos. A afinidade e o entendimento que reina entre os dois saxofonistas são perplexantes e os seus contributos individuais não lhes ficam atrás. Matt Brewer e Damion Reid (ambos excelentes músicos que conhecemos de contextos um quanto diferentes deste) constituem aqui uma das secções rítmicas mais alerta e interventivas que ouvi nos últimos tempos. Apenas o guitarrista Liberty Ellman, apesar de difícil de superar no trabalho que realiza na retaguarda dos saxofonistas, raramente atinge um nível semelhante ao de qualquer dos seus parceiros quando salta para a linha da frente. Desejar-se-ia também mais algum primor na qualidade da captação sonora, mas nenhuma destas duas reservas seria capaz de me fazer questionar uma recomendação máxima desta verdadeira obra-prima.
http://jazz6por6.pt.to/

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s