Jazz.pt review by Pedro Sousa

Tim Berne – Insomnia (CF 215)
****
Eis duas excelentes e longas composições de uma gravação efectuada em 1997, mas que apenas agora Tim Berne arranjou oportunidade de editar. Em “Insomnia”, o saxofonista está apoiado por sete músicos que compõem um elenco de luxo, como o baterista Jim Black, Mark Ducret, guitarrista francófono que colabora regularmente com Berne, e Chris Speed, desta vez unicamente no clarinete. Presentes ainda o violino de Dominique Pifarely, um antigo parceiro de Louis Sclavis, e o violoncelo de Erik Friedlander, que nos habituámos a ouvir com John Zorn, sendo esta parelha de cordas o elemento dominante do octeto.
A escrita de Berne dá um amplo espaço para a improvisação e secciona o grupo em subformações mais reduzidas, o que concede uma enorme quantidade de dinâmicas à música, permitindo explorações distintas das combinações instrumentais. Por exemplo, o início é marcado por uma nota suspensa do violino, enquanto os sopros gemem e mimetizam os sons de um choro. Este choque inicial, quase cinemático, é logo cortado por uma melodia em que todo o conjunto participa, para de seguida o bloco se desaglutinar e surgirem os solos. Assim se estabelece o mote à volta do qual gira o álbum, e a verdade é que gira muito bem.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s