Time Out Lisboa review by José Carlos Fernandes

BassDrumBone – The Other Parade (CF 223)
****
Foi há  34 anos que estes três rapazes se juntaram pela primeira vez e o seu primeiro disco, Oahspe, foi gravado um ano depois. Apesar de os três se terem tornado numa referência no respectivo instrumento e terem enveredado por carreiras individuais muito bem preenchidas, não deixam de arranjar tempo para se encontrarem de quando em quando. Após um interregno de cinco anos (The Line Up, também na Clean Feed, é de 2006), chega The Other Parade.

Os longos anos de cumplicidade e o virtuosismo permitem a Ray Anderson, Mark Helias e Gerry Hemingway dar a impressão de que um trio de trombone, contrabaixo e bateria é a mais natural e confortável das formações. Não é, mas essa questão não aflora por um só instante ao longo dos nove temas, como sempre de autoria equitativamente repartida. Como também não se põe a questão que tantas vezes dilacera músicos, críticos e apreciadores de jazz – a da suposta oposição tradição/modernidade. Os BassDrumBone recorrem ao jazz Dixieland (e o CD até inclui uma vénia a Louis Armstrong, intitulada “King Louisian”), ao blues e ao bebop mas recombinam-nos e vazam-nos em novos moldes.

Para perceber o relacionamento telepático e não-hierárquico do trio escutem-se os jogos de pergunta e resposta em “Soft Shoe Mingle”. “King Louisian”, homenagem a Armstrong em toada festiva, deixa qualquer um pasmado com os malabarismos do trombone e “The Masque” assentaria a matar como abertura de um film noir – se o cinema não tivesse perdido a coragem de usar jazz na banda sonora.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s