Jazz.pt review by Pedro Sousa

Scott Fields & Multiple Joyce Orchestra – Moersbow / OZZO (CF 236)
****
Scott Fields apresenta-nos duas obras distintas num só álbum. Na primeira faixa, de homenagem ao mestre do noise japonês Merzbow, conhecido por criar barulho a volumes extremos (pegue-se em “Green Wheels”, por exemplo), o compositor e guitarrista pede o oposto aos seus músicos: tocar o mais baixo possível. As três faixas seguintes constituem uma peça intitulada “OZZO”, a terceira de uma série de composições modulares para orquestras de câmara, no seguimento de “48 Motives” (1996) e “96 Gestures” (2001).

O trabalho da orquestra de 25 músicos equivale ao dos ensembles electroacústicos que têm sido editados pela Psi Records, a ECM e a hatOLOGY, desde Wolfgang Mitterer a Evan Parker, apesar de esta ser uma música bastante menos espectral do que a do Electro-Acoustic Ensemble do segundo. Não sem falhas: embora seja de louvar a inclusão de instrumentos como o acordeão, pouco usuais na música contemporânea escrita e na improvisada (Andrea Parkins é uma de poucas excepções), as suas intervenções deixam por vezes bastante a desejar, sendo até de gosto duvidoso, em parte porque o timbre parece insistir em não se colar com o resto dos instrumentos.

Algumas passagens de “OZZO” ganham um poder cinemático, parecendo a banda sonora de filmes expressionistas alemães (trata-se de momentos curtos, favorecendo uma espécie de desconstrução constante da melodia), ou apresentam influências da música clássica, a ponto de desvanecer as fronteiras com uma idiomática do jazz, que se encontra bastante presente no trabalho de Fields.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s