Time Out Lisboa review by José Carlos Fernandes

LAMA – Oneiros (CF 240)
****
Com imaginação, talento e uso judicioso de loops e efeitos electrónicos, o formato trompete + contrabaixo + bateria pode revelar inesperada versatilidade, da melancolia de “Oneiros”, à atmosfera industrial e opressiva de “Tarantino”, passando pelo saltitante “Dr. No”, com overdubs de contrabaixo com arco, e pelo irrequieto “My Fucking Thesis”, com a electrónica mais proeminente.

Os LAMA têm sede na Holanda, país que parece atrair não só o Grande Capital como jovens músicos de jazz de todo o mundo. Os portugueses Gonçalo Almeida (contrabaixo) e Susana Santos Silva (trompete) encontraram-se com o canadiano Greg Smith (bateria) em Roterdão e tiveram este sonho a três, pautado pela economia de meios e a generosidade de ideias. Convém não os despertar.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s