Bodyspace review by Nuno Catarino

The Fish  – Moon Fish (CF 254)
Free jazz bruto, bem bom.
Habitualmente ligado às correntes de improvisação reducionista, o saxofonista Jean-Luc Guionnet tem desenvolvido em paralelo trabalho numa linha de free jazz mais bruto. Com o grupo The Ames Room editou recentemente, também na Clean Feed, um outro disco em formato trio que explorava esse universo – Bird Dies, uma faixa única de quase cinquenta minutos de portentosa exploração sonora.   Tal como acontece no trio The Ames Room, onde colabora com Clayton Thomas e Will Guthrie, nestes The Fish o saxofonista segue numa linha de free jazz clássico, apresentando um som forte, assente pura e simplesmente na improvisação. Nestes The Fish, trio exclusivamente francês, Guionnet tem como parceiros Benjamin Duboc no contrabaixo e Edward Perraud na bateria (um dos seus colegas de grupo no quinteto “near-silence” Hubbub).   Gravado ao vivo no Fundão, a música este disco divide-se em três temas (de cerca de 16, 18 e 6 minutos), onde o trio expõe a fisicalidade impetuosa da sua música. Não há aqui qualquer subtileza ou contenção – quem quiser ouvir Guionnet e Perraud nesses registos deve seguir directo para o trabalho dos Hubbub ou projectos paralelos. O que aqui se ouve é música feroz, ríspida e árida: saxofone em permanente desafio, contrabaixo e bateria em constante propulsão. Rugosa, tumultuosa, vibrante, conflutuosa, incandescente, esta música não pede licença para rasgar. Isto é nervo, isto queima.
http://bodyspace.net/discos/2372-moon-fish/

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s